segunda-feira, 28 de agosto de 2017

CAMPEONATOS DISTRITAIS DE FUTSAL - ÉPOCA 2017/2018

Através de comunicado oficial, a AF de Viana do Castelo divulgou as equipas inscritas nas diversas provas de Futsal, masculinas e femininas, época 2017/2018.
De registar um decréscimo acentuado de equipas em todos os campeonatos, o que obrigará á realização de campeonatos mistos com as equipas da AF de Braga.
Eis os clubes inscritos:

CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL SENIORES MASCULINO
ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA AFIFENSE
ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E CULTURAL DE ANHA
ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E CULTURAL ARCOS S. PAIO
CERVEIRA FUTSAL CLUBE
GRUPO DESPORTIVO DE CASTANHEIRA
GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE REFÓIOS 
CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL SENIORES FEMININO

ASSOCIAÇÃO C DESPORTIVA PAÇO VEDRO DE MAGALHÃES

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA “OS LIMIANOS”

ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E CULTURAL ARCOS S. PAIO

CLUBE SOUTELENSE DESPORTO E CULTURA

DEOCRISTE SPORT CLUBE

GRUPO DESPORTIVO DE CASTANHEIRA

GRUPO DESPORTIVO DE VITORINO DE PIÃES

UNIÃO DESPORTIVA DE MOREIRA
CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL JUNIORES MASCULINO
ÂNCORA PRAIA FUTEBOL CLUBE
ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E CULTURAL DE ANHA
GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE REFÓIOS
CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL JUNIORES FEMININO
GRUPO DESPORTIVO DE CASTANHEIRA
SANTA LUZIA FUTEBOL CLUBE
CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL JUNIORES “B” FEMININO
SANTA LUZIA FUTEBOL CLUBE
CAMPEONATO DISTRITAL DE FUTSAL JUNIORES “C” MASCULINO
CLUBE SOUTELENSE DESPORTO E CULTURA 2017

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

JUNIORES FEMININO INICIAM NOVA ÉPOCA

A equipa de Futsal Juniores "A" Feminino da ACDC foi a  primeira a voltar ao trabalho, iniciando ontem, dia 22, os trabalhos de pré-época, numa altura em que ainda se desconhece se vai competir apenas no campeonato distrital da AF de Viana do Castelo ou num campeonato Inter-Distrital da AF de Braga e Viana.
De novo sob o comando técnico de Cristiana Fernandes, tendo como adjunta Catarina Passos, as nossas jovens atletas tem já agendados alguns jogos-treino, nomeadamente dia 2 de setembro, com deslocação ao reduto do Restauradores do Brás Oleira, da AF do Porto, dia 10 de setembro, em casa frente ao Maria da Fonte, da AF de Braga e dia 16 e 17, jornada dupla, frente à formação do G-TEAM, também da AF de Braga.
O jogo de apresentação aos sócios está agendada para 1 de outubro, frente a um adversário a designar.
Para lá das sessões de treinos previstas,a  equipa vai realizar um mini-estágio de 3 dias em Moledo, Caminha.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

segunda-feira, 17 de julho de 2017

TORNEIO 24H ACDC - CANCELADO

Devido ao número de equipas inscritas ser inferior ao desejado, a ACDC comunica que o Torneio 24H de Futsal Feminino, previsto para 21/22 de julho foi cancelado.
Agradecemos a compreensão das equipas inscritas e prometemos voltar noutra data e comnovos moldes.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

JANTAR DE FINAL DE ÉPOCA

Como vem sendo habitual a cada ano que passa, as equipas que representaram a ACDC nas provas federadas, época 2016/2017, reuniram-se no passado sábado, dia 1 de julho, para o jantar de final de época, que decorreu, uma vez mais, na cantina da Escola Secundária de Paredes de Coura.
O momento foi também aproveitado pelo jornal Noticias de Coura para proceder á entrega dos Troféus "Melhor da Quinzena", aos atletas mais distinguidos ao longo dos respetivos campeonatos distritais.
Assim, na categoria de seniores masculino o distinguido foi o camisa 7, Dany, enquanto que no sector senior feminino a mais votada foi a camisa 8, Cris, simultaneamente atleta sénior e treinadora da formação junior feminina.
Com a realização do jantar caiu o pano em mais uma época desportiva, estando já em preparação a nova época 2017/2018.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

SUPERTAÇA AFVC FUTSAL SENIORES FEMININO

ACD CASTANHEIRA, 0 - AD "OS LIMIANOS", 1

Depois de conquistar o troféu por cinco vezes, duas das quais nas duas últimas épocas, a ACDC partiu para este jogo com o objectivo claro de alcançar a sexta supertaça, sabendo que do outro lado estava um adversário de valor e também empenhado na luta pela vitória.
A culminar uma época deveras desgastante de 10 meses de trabalho, marcado por alguns contratempos e apesar do esforço despendido pelas atletas, a equipa partiu para este jogo com ambição, não acusando o desgaste acumulado.
Perante estas premissas, a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes produziu o suficiente para conquistar o troféu, vindo a ser penalizada pela falta de eficácia e também por algum azar há mistura, nomeadamente com 3 remates enviado aos postes da baliza adversária, ainda com o resultado a zero golos.
Numa primeira parte de maior dominio da ACDC, com as referidas bolas aos postes e outras ocasiões de golo desperdiçadas, foi neste período que a formação limiana chega ao golo, numa das raras desatenções defensivas Castanheirenses.
Na segunda parte o jogo desceu de qualidade, com momentos de menor fulgor, o controlo do jogo pertenceu por completo ao Castanheira, com a equipa de Ponte de Lima numa fase de contenção, defendendo a vantagem adquirida e sem fazer mossa na baliza contrária.
Nos últimos minutos e em desvantagem, a ACDC aposta no 5x4, situação que não alterou a marcha do marcador.
Nos instantes finais da partida surge um lance confuso na área limiana, com a bola a ser jogada por uma atleta de Ponte de Lima, situação que passou sem sanção pela equipa de arbitragem.
Pouco depois surge o apito final e a festa normal da equipa de Ponte de Lima pelo feito alcançado e consciente que do outro lado encontrou um adversário há altura.
Inserido no programa da Festa do Futsal Feminino Distrital, seguiu-se depois as condecoração das bicampeãs distritais que, recorde-se, alcançaram o titulo sem derrotas e com a uma vantagem de 10 pontos para o segundo classificado.
Agora segue-se o habitual período de férias, no sentido de retemperar energias para atacar a nova época desportiva com o mesmo objetivo de sempre, lutar em todos os jogos pela vitória.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Jaques, Cris, Vânia, Sylvie e Sara, cinco inicial, Marisa (cap), Sara Duarte, Amorim, Rosa e Adriana.
Disciplina = amarelos: Sylvie e Cris
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Hugo Velho/ José Felgueiras/ Rui Dinis

quarta-feira, 21 de junho de 2017

FUTSAL FEMININO - CAPTAÇÕES

SE GOSTAS DA MODALIDADE E QUERES INTEGRAR UMA EQUIPA FEDERADA.
APARECE!
MOSTRA O TEU TALENTO......

terça-feira, 20 de junho de 2017

SUPERTAÇA FUTSAL SENIORES FEMININO AFVC

É JÁ ESTE DOMINGO!
VENHA APOIAR A ACDC NO ÚLTIMO JOGO OFICIAL DA ÉPOCA, RUMO À CONQUISTA SEXTA SUPERTAÇA AFVC!!!

segunda-feira, 19 de junho de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMNINO

2ª FASE - SÉRIE B
6ª JORNADA

VALVERDE, 5 - ACD CASTANHEIRA, 2

Com a classificação da série definida, a equipa da ACDC foi sujeita, nesta última ronda, a uma longa e desgastante viagem, a uma região marcada pela onda de incêndios que enlutou país, fator que provocou algum atraso na hora de chegada ao local do jogo.
Para lá destas condicionantes, as altas temperaturas que se faziam sentir, alheadas mais uma vez ao grupo restrito de atletas disponíveis, condicionaram e muito a prestação da equipa que, apesar de todas as contrariedades, vendeu cara a derrota.
Logo nos minutos iniciais e  apesar da entrada forte da equipa da casa, foi a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes a adiantar-se no marcador, graças a um golo da Sylvie. Em desvantagem, a equipa da casa, com muitas mais opções no banco, aumentou a pressão, dando a cambalhota no marcador, para 3.1. Antes do intervalo a ACDC ainda reduz para 3-2, com novo golo da camisa 9, Sylvie, deixando tudo em aberto para a segunda parte.
Na etapa complementar o figurino do jogo não se alterou muito e o desgaste foi-se apoderando das atletas Castanheirenses, fator aproveitado pela equipa local para fixar o resultado final 5-2, numa vitória que não merece contestação, sendo justo reconhecer o espírito de luta e sacrifício Castanheirense.
Num jogo disputado com desportivismo, trabalho positivo da equipa de arbitragem.
Terminada a segunda fase da prova e cientes da realidade em termos de opções disponíveis, importa retirar os aspetos positivos e negativos nesta participação, segunda consecutiva, sendo ambição do clube voltar na próxima época com  outros argumentos.
Agora, antes de terminar uma época desgastante de 10 meses de trabalho, temos a supertaça da AFVC para jogar, e vencer, troféu do qual o clube é detentor e o qual já conquistou por 5 vezes.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana, Vânia, Cris, Sylvie e Marisa (cap), cinco inicial, Sara e Amorim
Golos = Sylvie (2)
Disciplina = nada a registar
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Bruno Duarte/ João Batista/ Sérgio Mendes
Resultados:
» Valverde, 5 - ACD Castanheira, 2
» Barranha, 1 - Penaguião, 3
Classficação Final:
1º Penaguião = 18 Pontos
2º Valverde = 09 Pontos
3º Barranha = 09 Pontos
4º ACD Castanheira = 00 Pontos

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO

4ª JORNADA (em atraso)
LANDIM, 12 - ACD CASTANHEIRA, 1

A jovem equipa da ACDC terminou a participação na prova com uma deslocação complicada, ao reduto do vencedor, a equipa mais forte na competição.
Num dia de muito calor e tendo pela frente uma equipa dotada, física e tecnicamente, a ACDC não encontrou argumentos para contrariar o favoritismo da equipa da casa, acabando por averbar uma derrota pesada, que em nada belisca, a boa campanha na prova, que culminou com a obtenção do 3º lugar na classificação e, mais importante que isso, contribuiu para um maior crescimentos da equipa e das próprias atletas.
Relativamente ao jogo, a ACDC chegou ao intervalo a perder por 6-0. Na segunda parte o resultado foi-se avolumando até aos 12-1 finais, com o golo da ACDC apontado pela camisa 12, Ivete.
Num jogo tranquilo, bom trabalho da equipa de arbitragem.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Ivete, Mariana Rodrigues, Marina Trigo e Jú, cinco inicial, Rita e Marta
Golo = Ivete
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = José Ferreira/ José Carlos Almeida
Classificação Final:
1º Landim = 24 Pontos
2º Maria da Fonte = 16 Pontos
3º ACD Castanheira = 13 Pontos
4º Vilaçã = 03 Pontos
5º Tebosa = 03 Pontos

sexta-feira, 16 de junho de 2017

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO AF BRAGA

10ª JORNADA

TEBOSA, 1- ACD CASTANHEIRA, 3

Faltando apenas 1 jogo para concluir a participação da jovem equipa da ACDC na prova, o balanço é positivo, contribuindo para o crescimento das atletas e da própria equipa, culminado assim 10 meses de trabalho.
Relativamente ao jogo, a turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos sentiu enormes dificuldades de adaptação ao piso, bastante escorregadio, criando alguns  embaraços no desenvolvimento das jogadas.
Apesar das condicionantes, a ACDC teve sempre o jogo controlado, chegando ao intervalo em vantagem, por 1-0, depois de desperdiçar algumas boas oportunidades para dilatar o resultado.
Face ao resultado equilibrado, a equipa da casa ía acreditando ser possível um resultado positivo e entrou na segunda parte disposta a alterar o marcador. Daí, logo nos minutos iniciais não foi de estranhar o golo da igualdade.
Acusando o toque, a ACDC apercebeu-se que teria que arregaçar as mangas se quisesse vencer o jogo. Voltando a tomar as redeas da partida, o Castanheira conseguiu mais 2 golos, através da Ivete, que bisou na partida e da Mariana Rodrigues, acabando por vencer, justamente, por 3-1, perante um adversário aguerrido, que lutou até à exaustão em busca de um resultado favoravel.
Num jogo disputado com desportivismo, trabalho sem reparos da equipa de arbitragem.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Ivete, Rita,, Mariana Rodrigues e Jú, cinco inicial, Mariana Trigo e Marta
Golos = Ivete (2) e Mariana Rodrigues
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = António Neto/ Paulo Rodrigues

segunda-feira, 12 de junho de 2017

INTERVENÇÃO CIRÚRGICA

Amanhã, dia 13, a nossa talentosa atleta CATA vai ser submetida a uma intervenção, numa clínica da cidade do Porto, no sentido de debelar uma lesão grave, ao nível dos ligamentos do joelho direito, sofrida no jogo da 2ª jornada, 1ª Fase, da Taça Nacional.
Depois da operação, a Cata irá enfrentar um longo período de recuperação, aguardando-se o seu regresso à quadra na máxima  força, para delicia dos amantes da modalidade.
A familia ACDC fica a torcer para que tudo decorra de forma positiva.
Força Cata! Estamos cá para te ajudar.

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª FASE - SÉRIE B
5ª JORNADA

ACD CASTANHEIRA, 1 - BARRANHA, 3

Mais um jogo numa fase complicada da época, onde as opções em termos de atletas se mostra insuficiente nesta prova,  num elevado grau de exigência que provoca um maior desgaste .
Frente a um adversário equilibrado e aguerrido, a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes até entrou bem no jogo, colocando-se em vantagem com um golo da capitã Marisa. Em desvantagem, as visitantes intensificaram o ritmo de jogo em busca de um resultado positivo, carregando sobre o último reduto Castanheirense, criando diversos lances de perigo.
Antes do intervalo as portuenses chegam ao golo do empate num remate de meia distância, sem hipotese para a g. redes Rosa, que se cotou com uma excelente exibição.
Para a segunda parte adivinhava-se uma tarefa dificil para a ACDC, com as visitantes em busca da vitória que lhes permite lutar pelos lugares cimeiros da classificação.
Continuando por cima no jogo, chegaram ao segundo golo a meio da segunda parte, começando a ser evidente o enorme desgaste da turma Castanheirense.
A quatro minutos do final e numa tentativa de chegar á igualdade, a ACDC utilizou o 5x4 mas, numa desatenção defensiva, foram as visitantes a fixar o resultado final em 3-1, que espelha a vantagem conseguida pelo controlo evidenciado no jogo.
Num jogo disputado com desportivismo e fair-play, a equipa de arbitragem realizou um, trabalho de qualidade.
Faltando um jogo para concluir a participação da ACDC na Taça Nacional, que pela segunda época consecutiva chega á segunda fase, importa agora preparara da melhor forma o último troféu da época em disputa, a Supertaça AFVC, trofeu que o clube já conquistou por 5 vezes.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Vânia, Sylvie e Marisa (cap), cinco inicial, Sara, Amorim, Sara Duarte, Ivete e Adriana.
Golo = Marisa
Disciplina = nada a registar
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo cortes
Árbitros = Ricardo Oliveira/ Alberto Silva/ Fábio Silva
Resultados:
» ACD Castanheira, 1 - Barranha, 3
» Valverde, 1 - Penaguião, 4
Classificação:
1º Penaguião = 15 Pontos
2º Barranha = 09 Pontos
3º Valverde = 06 Pontos
4º ACD Castanheira = 00 Pontos
A formação do RC Penaguião garantiu a presença na Final Four da Taça Nacional e consequente subida ao Campeonato Nacional, época 2017/2018.

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO

9ª JORNADA

ACD CASTANHEIRA, 2 - FC LANDIM, 7

Perante o adversário mais cotado da prova, a equipa da ACDC teve uma entrada algo adormecida no jogo, facto aproveitado pelas visitantes que, antes dos dois minutos de jogo, vá vencia por 2-0.
Fruto de algum desacerto defensivo e pouca agressividade na disputa da bola, a turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos chegou ao intervalo a perder por 6-1, chegando a temer-se uma goleada histórica.
Feitas as devidas correcções no intervalo, a equipa surgiu transfigurada, para melhor, na etapa complementar e, apesar do curto leque de opções, a ACDC bateu-se com galhardia, equilibrando o jogo e o resultado neste período, com um empate parcial a 1 golo.
Perante o desenrolar do jogo a vitória é inquestionável, com um resultado desnivelado que premeia a melhor perfomance adversária, dotada de outro tipo de opções.
Num jogo tranquilo, trabalho meritório da equipa de arbitragem.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Ivete, Mariana Rodrigues, Mariana Trigo e Ju, cinco inicial, Rita e Marta
Golos = Ju e Rita
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = Pedro Nunes/ João Carlos Costa
Resultados:
» ACD Castanheira, 2 - Landim, 7
» Maria Fonte, 10 - Tebosa, 0
Classificação:
1º Landim = 18 Pontos
2º Maria da Fonte = 16 Pontos
3º ACD Castanheira = 10 Pontos
4º Vilaça = 03 Pontos
5º Tebosa = 03 Pontos

segunda-feira, 5 de junho de 2017

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO AF BRAGA

8ª JORNADA

ADC VILAÇA, 2 - ACD CASTANHEIRA, 10

Num jogo praticamente de sentido único, a jovem equipa da ACDC cumpriu mais uma etapa no crescimento coletivo, continuando a assimilar processos de jogo, obtendo uma robusta vitória.
A vencer por 6-2 ao intervalo, a formação de Cristiana Fernandes e Catarina Passos baixou um pouco a intensidade na segunda parte, conseguindo, mesmo assim mais quatro golos, fixando o resultado final, num jogo onde se destaca o poquer conseguido pela Marina Trigo e pela Jú, para lá dos golos da Ivete e da Mariana Rodrigues.
Quando faltam  3 jogos para terminar a prova, é justo reconhecer a evolução da ACDC na coompetição, vincando o bom trabalho que tem sido desenvolvido.
Num jogo pacifico e fácil de dirigir, a equipa de arbitragem realizou um trabalho positivo, sem reparos.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Ivete, Mariana Rodrigues, Mariana  Trigo e Jú, cinco  inicial, Rita e Marta.
Golos = Mariana Trigo (4), Jú (4), Ivete e Mariana Rodrigues
Disciplina = nada a registar
Treinador = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = Fernando Barbosa/ Diogo Araújo
Resultados:
» ADC Vilaça, 2 - ACD Castanheira, 10
» Landim, 8 - Maria da Fonte, 0
Classificação:
1º Landim = 15 Pontos
2º Maria da Fonte = 13 Pontos
3º ACD Castanheira = 10 Pontos
4º Vilaça = 03 Pontos
5º Tebosa = 03 Pontos

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª FASE - SÉRIE B
4ª JORNADA

PENAGUIÃO, 7 - ACD CASTANHEIRA, 0

Chegada a esta fase da época com muitas limitações, a ACDC tem sentindo enormes dificuldades em discutir os jogos com adversários mais apetrechados.
Apesar de todas as condicionantes, é de enaltecer o espirito de luta das atletas disponiveis, que deixam tudo na quadra em busca da melhor representação possivel do futsal feminino do clube e do distrito que representam.
Relativamente ao jogo disputado em Santa Marta de Penaguião, a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes até entrou bem no jogo, porém, algum desacerto defensivo permitiu que a equipa da casa tenha chegado ao intervalo em vantagem, por 5-0, com alguns golos muito consentidos pelo reduto defensivo Castanheirense.
Na segunda parte a ACDC procurou equilibrar o jogo mas, mesmo assim, a formação da casa ainda obteve mais golos, fixando o resultado final.
Sendo justo reconhecer que a vitória das transmontanas é mais que merecida, apresentado argumentos que a ACDC, face ás várias condicionantes que marcam um final de época atribulado, não consegue reunir, importa continuar a dignificar o  clube, coisa que tem sido executado na perfeição por este grupo de briosas atletas, cientes que a maldição não perdurará para sempre e novas ambições e conquistas virão no futuro.
Num jogo tranquilo, trabalho sem reparos da equipa de arbitragem
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana, Cris, Sylvie, Marisa (cap) e Sara, cinco inicial, Amorim, Sara Duarte, Ivete e Rosa.
Disciplina = amarelo: Sara
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo cortes
Árbitros = Luis Pinto/ José Carlos  Silva/ Mauro Ribeiro (AF Vila Real)
RESULTADOS:
» Penaguião, 7 - ACD Castanheira, 0
» Barranha, 1 - Valverde, 0
CLASSIFICAÇÃO:
1º PENAGUIÃO = 12 Pontos
2º VALVERDE = 06Pontos
3º BARRANHA = 06 Pontos
4º ACD CASTANHEIRA = 00 Pontos

segunda-feira, 29 de maio de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª FASE - SÉRIE B
3ª JORNADA

ACD CASTANHEIRA, 2 - GD VALVERDE, 4

Jogo inglório para a ACDC, a atravessar uma fase complicada, com um reduzido número de atletas disponíveis, face á onde de lesões, castigos e impedimentos particulares.
Desta forma, a equipa técnica só tinha ao dispor 9 atletas, sendo 3 guarda-redes e 2 ainda juniores.
Apesar de todas as condicionantes, por demais evidentes para esta fase adiantada da competição, a equipa lutou até á exaustão, baqueando apenas nos 4 minutos finais, face ao enorme desgaste acumulado pelas atletas. Mesmo assim a equipa vendeu cara a derrota, sofrendo os 2 golos  nos instantes finais de um jogo, onde as visitantes começaram por adiantar-se no marcador, respondendo a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes com o golo da igualdade, antes do intervalo, por intermédio da camisa 8, Cris.
Para a segunda parte adivinhava-se uma tarefa hercula  para as Castanheirenses, mas a etapa complementar inicia-se com um Castanheira atrevido, conseguindo mesmo a cambalhota no marcador, com novo golo da Cris, que bisou na partida.
Em desvantagem e com mais opções, as visitantes começaram a pressionar o último reduto Castanheirense, chegando á igualdade a meio da segunda parte.
Quando o relógio caminhava a passos largos para o apito final, um livre junto á área, permitiu novo golo forasteiro, que fechou as contas nos instantes finais dfa partida e numa altura em que a ACDC utilizava o 5x4 na tentativa de, pelo menos, chegar ao empate.
Embora aceitando-se a vitória das albicastrenses, o empate seria um prémio justo para a garra, empenho e  dedicação das guerreiras Castanheirenses, que deixaram tudo em campo em busca de um resultado positivo.
Num jogo fácil de dirigir, trabalho sem mácula da equipa de arbitragem.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Sylvie, Marisa (cap) e Amorim, cinco inicial, Sara, Ivete, Jaques e Adriana
Golos = Cris (2)
Disciplina = amarelo: Sara
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Fábio Silva/ Bartolomeu Franco/ José Felgueiras (AF Viana do Castelo)
Resultados:
» ACD Castanheira, 2 - Valverde, 4
» Penaguião, 4 - Barranha, 2
Classificação:
1º Penaguião = 09 Pontos
2º Valverde = 06 Pontos
3º Barranha = 03 Pontos
4º ACD Castanheira = 00 Pontos

terça-feira, 23 de maio de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª FASE - SÉRIE B
2ª JORNADA

BARRANHA, 7 - ACD CASTANHEIRA, 1

Uma verdadeira hecatombe abateu-se sobre a equipa da ACDC neste jogo referente à 2ª jornada da Taça Nacional, com a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes a ser vergada a uma pesada derrota , por 7-1.
Depois de uma uma primeira parte equilibrada, com 1-0 para a equipa da casa, a segunda parte foi um verdadeiro suplicio para a ACDC, face ao reduzido número de atletas disponíveis, agravado com alta temperatura que se fazia sentir, factores que provocaram enorme desgaste nas atletas Castanheirenses.
Desta forma e em dois lances consecutivos, a equipa da casa aumenta a vantagem para 3-0, vindo a ACDC a reduzir para 3-1, através da Amorim.
A meio da segunda parte e com a desvantagem no marcador, a ACDC aposta no 5x4, mas seria a equipa da cada a aproveitar para apontar mais 3 golos, acabando com todas as aspirações da nossa equipa.
Antes do apito final a equipa da casa ainda apontou mais um  golo, fixando os números finais em 7-1, num jogo onde a ACDC não encontrou argumentos para discutir o jogo e o resultado, numa fase em que o plantel, já de si curto, sofre de várias baixas por castigo, lesão e impedimentos profissionais.
Ao contrário do jogo anterior, a equipa de arbitragem que viajou de Aveiro, realizou um trabalho positivo.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Sylvie, Marisa (cap) e Tânia, cinco inicial, Sara, Amorim e Adriana.
Golo = Amorim
Disciplina = nada a registar
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Vitor Costa/ Fábio Jesus/ Nuno Oliveira (AF Aveiro)
Resultados:
» Barranha, 7 - ACD Castanheira, 1
» Penaguião, 3 - Valverde, 2
Classificação:
1º Penaguião = 06 Pontos
2º Barranha = 03 Pontos
3º Valverde = 03 Pontos
4º ACD Castanheira = 00 Pontos

terça-feira, 16 de maio de 2017

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO

5ª JORNADA
ACD CASTANHEIRA, 4 - TEBOSA, 2

A jovem equipa da ACDC conseguiu mais uma justa vitória na prova, num jogo onde controlou as operações, apesar das limitações em termos de atletas disponiveis.
Perante um adversário desconhecido, a turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos entrou determinada, chegando ao golo inaugural, através da Florbela.
Pouco tempo depois a equipa visitante chega ao empate, no entanto a ACDC volta a adiantar-se no marcador antes do intervalo, com a Florbela a bisar na partida.
Na segunda parte o dominio Castanheirense continuou, com a obtenção de mais 2 golos, contra um do adeversário, colocando o resultado final em 4-2, com destaque para 4 remates enviados aos postes da baliza visitante.
Num jogo disputado com desportivismo e fair-play, a equipa de arbitragem realizou um trabalho de excelência.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Rita, Ivete, Mariana Rodrigues e Jú, cinco inicial, Florbela e Marta.
Golos = Florbela (2), Mariana Rodrigues e Ju.
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = Bruno Araújo/ João Costa
Resultados:
» ACD Castanheira, 4 - Tebosa, 2
» Vilaça, 2 - Landim, 11
Classificação:
1º Maria da Fonte = 10 Pontos
2º Tebosa = 09 Pontos
3º ACD Castanheira = 07 Pontos
4º Tebosa = 03 Pontos
5º Vilaça = 00 Pontos

terça-feira, 9 de maio de 2017

ANIVERSARIANTE

HOJE É DIA DE ANIVERSÁRIO DE MAIS UMA ATLETA DA ACDC.
PARABÉNS JAQUES!
MUITAS FELICIDADES...

domingo, 7 de maio de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª FASE - SÉRIE B
1ª JORNADA

ACD CASTANHEIRA, 0 - RD PENAGUIÃO, 3

A equipa da ACDC teve um arranque em falso ao perder, por 3-0, na jornada inaugural da segunda fase da Taça Nacional, na recepção ao RD Penaguião.
Num jogo onde a equipa visitante jogou a alta rotação e usando, por vezes, lances raros no futsal, com bolas bombeadas para as costas da defensiva adversária, a verdade é que as transmontanas chegaram ao intervalo a vencer por 3-0, com dois golos obtidos nesse tipo de transições, beneficiando da deficiente marcação defensiva Castanheirense. O terceiro golo surge próximo do intervalo e numa altura em que a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes atuava no 5x4.
Na segunda parte a ACDC  esboçou uma forte reação, criando algumas boas oportunidades para marcar porém, encontrou pela frente uma g. redes inspirada, para lá de alguma infelicidade na hora de introduzir a bola na baliza.
Nos últimos 10 minutos a ACDC volta a utilizar o 5x4, na tentativa de reduzir a desvantagem mas a 3 minutos do final sofre um revês na estratégia, ao ver a camisola 10, Vânia, expulsa, num lance onde a equipa de arbitragem se mostrou de extremo rigor, após a atleta interceptar uma bola entre o tronco e o braço, na linha de meio campo.
Em resumo, a vitória visitante aceita-se, face ao rigor e empenho da equipa, num resultado algo pesado para a ACDC, com as atletas a terem uma postura digna de verdadeiras campeãs.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Vânia, Sylvie e Tânia (cap), cinco inicial, Marisa, Sara, Amorim, Sara Duarte, Jaques e Adriana.
Disciplina = amarelo: Cris; vermelho: Vânia
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Ricardo Oliveira/ Alberto Silva/ Paulo Gomes (AF Braga)

ANIVERSARIANTE

HOJE É DIA DE ANIVERSÁRIO DE MAIS UMA ATLETA DA ACDC.
PARABÉNS CATA!
MUITAS FELICIDADES...

segunda-feira, 1 de maio de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

1ª FASE - SÉRIE A
6ª JORNADA ( última)

ACD CASTANHEIRA, 1 - NUN `ALVARES, 2

Apesar do resultado desfavorável, a ACDC cumpriu o primeiro objetivo na prova, com a passagem, pelo segundo ano consecutivo, á segunda fase.
Relativamente ao jogo e apesar de algumas limitações, por leões e castigos, num plantel já de si curto, o resultado é muito penalizador para a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes que, pelo desempenho, merecia outro desfecho.
Com inicio forte no jogo, a ACDC viria a adiantar-se no marcador, através da camisa 11 , Tânia. Antes do intervalo responderam as visitantes com o golo do empate, num lance algo confuso da área Castanheirense.
Na segunda parte o equilibrio no jogo manteve-se, com lances de perigo numa e noutra baliza, acabando a formação bracarense por ser mais eficaz, ao introduzir a bola pela segunda vez na baliza Castanheirense.
Nos últimos minutos e numa tentativa de chegar á igualdade, a ACDC utilizou o 5x4, mas sem resultados práticos, acabando os 3 pontos por viajar com as campeãs distritais da AF de Braga.
Num jogo disputado dentro do maior desportivismo e fair-play, nota de excelência para a equipa de arbitragem.
Finda esta primeira fase, resta agora aguardar o resultado do sorteio a realizar esta Quarta-Feira, dia 3, na sede da FPF, para si ficar a conhecer os próximos adversários.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Vânia, Sylvie e Tânia, cinco inicial, Sara, Marisa (cap), Amorim, Ivete, Jaques e Adriana.
Golo = Tânia
Disciplina = nada a registar
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Cláudio Ferreira/ Nelson Costa/ Paulo Franca (AF Porto)
Resultado:
» ACD Castanheira, 1 - Nnn`Alvares, 2
Classificação:
1º NUN`ALVARES  = 12 Pontos
2  ACD CASTANHEIRA = 04 Pontos
3 SANTO CRISTO = 00 Pontos
 
( A equipa associou-se á iniciativa do Mês da Prevenção aos Maus tratos na Infância e regozijou-se com o regresso do Grande Amigo JOÃO PAULO)

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO - AF BRAGA

3ª JORNADA

ACD CASTANHEIRA, 8 - ADC VILAÇA, 3

Apesar de não ter realizada das melhores exibições esta época, a jovem equipa da ACDC produziu o suficiente para alcançar uma vitória justa e convincente, completando assim mais uma etapa no processo de formação.
Com total desconhecimento do adversário, a turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos procurou, desde o apito inicial, impor um ritmo forte no jogo, vindo a traduzir a superioridade no placard, chegando ao intervalo em vantagem por 6-1.
Na segunda parte a intensidade do jogo baixou, facto aproveitado pelas visitantes para equilibrar o jogo, chegando o apito final com o resultado final de 8-3, com destaque para o poquer da camisa 10, Jú, a que se juntou o hat-trick da Mariana Rodrigues e o golo da Rita.
Num competição diferente e com equipas desconhecidas, tem sido importante esta participação, contribuindo para o crescimento da equipa e das próprias atletas.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Rita, Mariana Rodrigues, Ivete e Ju, cinco inicial, Mariana Trigo e Marta.
Golos = Ju (4), Mariana Rodrigues (39 e Rita
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Resultados:
» ACD Castanheira, 8 - ADC Vilaça, 3
» Maria da Fonte, 0 - Landim, 5
Classificação:
1º Maria da Fonte = 07 Pontos
2º Landim = 06 Pontos
3º ACD Castanheira = 04 Pontos
4º Terbosa = 03 Pontos
5º ADC Vilaça = 00 Pontos

quarta-feira, 26 de abril de 2017

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO AF BRAGA

6ª JORNADA (antecipada)

ACD CASTANHEIRA, 3 - MARIA DA FONTE, 3

Depois da derrota na primeira jornada no reduto do Maria da Fonte, por 6-1,a  jovem equipa da ACDC voltou a defrontar a formação da Povoa do Lanhoso, em jogo antecipado da sexta jornada, agendada para 21 de maio, com o resultado final a cifrar-se num empate a 3 golos, num jogo repartido e onde a turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos deixou uma boa imagem, tornando-se evidente o grupo restrito de atletas, cujo desgaste se acentuou na segunda parte.
O jogo começou repartido e seria a equipa visitante a inaugurar o marcador. Durou pouco a vantagem isto porque a ACDC deu a cambalhota no marcador com golos da Mariana Rodrigues e da Mariana Trigo. 
Antes o intervalo a formação do Maria da Fonte ainda chega ao empate mas, logo de seguida, a Mariana Rodrigues bisa na partida, levando a ACDC em vantagem para os balneários, por 3-2.
Na segunda parte as visitantes partiram em busca  do empate, mas esbarraram sempre com a boa organização defensiva Castanheirense. Do outro lado a turma da casa desperdiçava algumas boas oportunidades para ampliar a vantagem, nomeadamente com bolas nos postes, para lá de algumas boas oportunidades da g. redes forasteira.
A poucos minutos da apito final e numa das raras desatenções defensivas, as visitantes chega á igualdade, num jogo onde a equipa castanheirense merecia o prémio da vitória pelo desempenho colocado na partida.
No próximo domingo a nossa equipa volta a jogar em casa, em jogo da 3ª jornada, recebendo a formação da A.D.C Vilaça, pelas 17 horas.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Adriana (cap), Mariana Rodrigues, Rita, Mariana Trigo e Ju, cinco inicial, Ivete e Marta.
Golos = Mariana Rodrigues (2) e Mariana Trigo
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos

segunda-feira, 24 de abril de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

5ª JORNADA - SÉRIE A

SANTO CRISTO, 4 - ACD CASTANHEIRA, 4

Depois de uma viagem desgastante e num  pavilhão com condições muito precárias, a ACDC regressou da Torre de Moncorvo com um empate a 4 golos, resultado que garante, pela segunda época consecutiva, a presença do emblema Castanheirense na segunda fase da prova, mesmo faltando uma jornada para terminar esta primeira fase.
Sem realizar uma exibição de grande nivel, a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes, mesmo assim produziu o suficiente para alcançar os 3 pontos, sendo traída pela falta de eficácia na finalização, com o registo de 4 remates devolvidos pelos poste da baliza adversária.
Entrando por cima no jogo, a ACDC chega ao golo inaugural através da Sylvie, porém, a equipa da casa não baixou os braços e depressa deu a cambalhota no marcador. Pouco depois a camisa 10 empata o jogo para, antes do intervalo, haver registo de mais um golo para cada lado, levando as equipas empatadas para intervalo a 3 golos. 
A segunda parte iniciou-se com a ACDC mais pressionante, mas jogados 3 minutos a equipa sofre um revês na estratégia, com a expulsão da Sara Duarte, deixando a equipa em inferioridade numérica durante 2 minutos, num critério que não foi uniforme da equipa de arbitragem, isto depois de na primeira parte ter perdoado a expulsão da g. redes local, num derrube à Vânia, quando caminhava isolada para a baliza.
Com as equipa em igualdade numérica, a ACDC carregou na procura do golo e, a menos de 10 minutos para o final coloca-se em vantagem, com um golo da Tânia.
Quando tudo fazia prever que os 3 pontos seguiriam viagem até Castanheira eis que, numa falha defensiva, surge o golo do empate a 23 segundos do apito final.
O resultado premeia o esforço da equipa da casa, penalizando a falta de eficácia Castanheirense.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Vânia, Sylvie e Tânia (cap), cinco inicial, Sara, Marisa, Amorim, Sara Duarte e Adriana.
Golos = Sylvie (2), Vânia e Tânia
Disciplina = amarelos: Marisa, Vânia e Tânia; Vermelho: Sara Duarte
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = João Falcão/ Ricardo Lopes/ Vitor Coelho (AF Bragança)
Resultado:
» Santo Cristo, 4 - ACD Castanheira, 4
Classificação:
1º NUN`ALVARES = 9 Pontos
2º ACD CASTANHEIRA = 4 POntos
3º SANTO CRISTO = 00 Pontos

segunda-feira, 17 de abril de 2017

ANIVERSARIANTE


Ontem foi  dia de aniversário de mais umas das nossas Grandes Guerreiras!!!
Com ligeiro atraso:
PARABÉNS SARA LOURENÇO....
Muitas FELICIDADES

segunda-feira, 10 de abril de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

3ª JORNADA - SÉRIE A

NUN`ALVARES, 2 - ACD CASTANHEIRA, 0

Num jogo que se antevia de elevado grau de dificuldade, a ACDC entrou bem no jogo e, as primeiras oportunidade de golo eminente pertenceram á turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes porém, logo nos primeiros minutos, a equipa sofre um revês na estratégia delineada ao perder, por lesão, a camisa 6, Cata.
Com um reduzido leque de opções e perante um adversário a jogar em alta rotação, adivinhava-se uma tarefa complicada para as nossas atletas, no entanto a garra, empenho e determinação, foram criando dificuldades à equipa da casa, que só chega ao golo inaugural em cima do intervalo.
Na segunda parte e com o desgaste natural das atletas Castanheirenses, a formação da casa foi gerindo o resultado, encontrando sempre pele frente uma equipa aguerrida e disposta a vender cara a derrota, até que, a meio da segunda parte surge o golo da tranquilidade para as campeãs bracarenses.
Nos últimos minutos a ACDC ainda utilizou o 5x4, mas sem resultados práticos.
Pelo desenrolar do jogo a vitória local é justa, sendo de enaltecer o espirito de missão e sacrificio das atletas Castanheirenses, cujo objetivos deste fase se mantém incolumes, apesar da derrota.
Num jogo fácil de dirigir, nota de excelência para a equipa de arbitragem
Destaque ainda para o regresso á competição da g. redes Rosa, com exibição de alto nivel, após cerca de 4 meses de paragem por lesão
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Rosa, Cris, Vânia, Cata e Tânia, cinco inicial, Sylvie, Sara, Amorim, Marisa (cap), Ivete e Adriana.
Disciplina = amarelos: Cris eTânia
Treinador = Rui Gonçalves
Adjunto = Hugo Cortes
Árbitros = Luis Graça/ Bruno Oliveira/ Ricardo Dias (AF Braga) 
Resultado:
» Nun`Alvares, 2 - ACD Castanheira, 0
Classificação:
1º Nun`Alvares = 06 Pontos
2º ACD Castanheira = 03 Pontos
3º Santo Cristo = 00 Pontos

PROVA EXTRAORDINÁRIA FUTSAL JUNIORES FEMININO

1ª JORNADA

MARIA DA FONTE, 6 - ACD CASTANHEIRA, 1

A jovem equipa da ACDC iniciou este fim de semana uma nova fase no processo de formação, ao competir numa prova extraordinária organizada pela AF de Braga.
Na jornada inaugural a nossa equipa deslocou-se até à Povoa de Lanhoso para defrontar a equipa do Maria da Fonte, saindo derrotada por 6-1, resultado algo enganador face ao desempenho das equipas, com a formação da casa a mostrar maior eficácia na finalização, ao invés da turma de Cristiana Fernandes e Catarina Passos, com a pontaria afinada aos postes da baliza adversária, sendo 4 os remates nessa direção.
Pelo desempenho das equipas o resultado é extremamente exagerado, ficando a boa imagem deixada pela equipa, numa competição que vai servir, e muito, para o crescimento das atletas.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Marta, Mariana (cap), Rita, Trigo e Ju, cinco inicial, Ivete, Florbela e Adriana
Golos = Ju
Disciplina = nada a registar
Treinadora = Cristiana Fernandes
Adjunta = Catarina Passos
Árbitros = João Carvalho/ Diogo Silva
Resultados:
» Maria da Fonte, 6 - ACD Castanheira, 1
» Tebosa, 6 - Vilaça, 5

terça-feira, 4 de abril de 2017

ACDC NA RÁDIO VALDEVEZ

A ACDC vai estar presente hoje, dia 4 de abril, no Programa Desportivo "Estádio Aberto" da Rádio Valdevez, que vai para o ar a partir das 21h30.
Sintonize em 96,4 FM
ou http://www.radiovaldevez.com/

segunda-feira, 3 de abril de 2017

ANIVERSARIANTE



Ontem foi  dia de aniversário de umas das nossas Grandes Guerreiras!!!
Com ligeiro atraso, PARABÉNS SYLVIE....
Muitas FELICIDADES

segunda-feira, 27 de março de 2017

TAÇA NACIONAL FUTSAL SENIORES FEMININO

2ª JORNADA - SÉRIE A

ACD CASTANHEIRA, 6 - SANTO CRISTO, 0

A equipa da ACDC iniciou da melhor forma a participação na Taça Nacional, época 2016/2017, ao obter uma robusta vitória, por 6-0, perante as campeãs distritais da AF de Bragança, a formação do Santo Cristo.
Cientes da importância da partida, e consequente conquista dos 3 pontos em disputa nos objetivos do clube, as atletas entraram determinadas em resolver cedo o jogo porém, encontraram pela frente um adversário com as linhas recuadas, tentando dificultar ao máximo a tarefa Castanheirense.
Num jogo de paciência, com muita posse e circulação, a turma de Rui Gonçalves e Hugo Cortes chega ao intervalo em vantagem, por 2-0, com dois golos da camisa 6, Cata, autora de uma hat-trick.
Na segunda parte a  formação transmontana surge a fazer uma pressão alta, facto aproveitado pela ACDC para dilatar a vantagem até aos 6-0 finais, com registo de premeio para algumas boas oportunidades desperdiçadas.
Do outro lado a g. redes Jaques teve uma tarde tranquila e, sempre que chamada a intervir, mostrou segurança e tranquilidade.
Num jogo disputado com desportivismo e fair-play, a equipa de arbitragem realizou um trabalho positivo.
FICHA DO JOGO:
CASTANHEIRA = Jaques, Vânia, Cris, Cata e Tânia (cap), cinco inicial, Sara, Sylvie, Amorim, Marisa, Ivete, Rosa e Adriana
Golos = Cata (3), Sylvie (2) e Amotim
Disciplina = nada a registar
Árbitros = Fábio Silva/ Bartolomeu Franco/ Bruno Sá Rocha
Classificação:
1º Nun`Alvares = 03 Pontos
2º ACD Castanheira = 03 Pontos
3º Santo Cristo = 00 Pontos